Comissão discute projeto para identificar e nominar vias da Nova Marabá

Foi realizada na manhã desta quinta-feira, 6 de agosto, na Sala das Comissões da Câmara Municipal de Marabá, uma apresentação do projeto que visa nominar e identificar as ruas e bairros da Nova Marabá. A ideia original busca renomear as ruas com nomes de aves e os bairros com nomes de frutas amazônicas.
A reunião foi mobilizada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano, Obras, Serviços e Transportes. Coube ao secretário de Indústria e Comércio de Marabá, Ricardo Pugliese, explanar sobre a intenção do Executivo.
O secretário colocou que o objetivo é organizar geograficamente o núcleo Nova Marabá, facilitar a localização de espaços públicos e residenciais para a comunidade em geral e promover a melhoria dos diversos serviços que necessitam de localização precisa dos pontos do município.
Ricardo adiantou que as próximas etapas do projeto, depois de passar pela Câmara, seriam de sentar com a direção dos Correios, em Brasília, solicitando que seja destinado CEP para todas as ruas da cidade. E a outra seria com a SDU, pedindo um estudo de numeração da residência e prédios comerciais. “Teremos placas de sinalização para todas as esquinas das ruas. Prevemos algo em torno de 1.000”.
O presidente da Comissão, vereador Nonato Dourado, reconheceu que este é um projeto piloto e inovador para Marabá, pedindo que deve ser estendido a outros núcleos e bairros da cidade. Para ele, deve ser realizada uma consulta pública com a comunidade sobre o conteúdo do projeto, visto que é importante ouvir e dar voz à população. “Podemos realizar uma consulta pública, visto que nos tempos de pandemia as aglomerações têm sido prejudicadas. E a consulta pública serve para que a população possa se manifestar”.
Por fim, o vereador solicitou que seja realizado um trabalho nesse formato, contemplando o núcleo São Félix.
O vereador Cabo Rodrigo disse que existe dificuldade para achar endereço na Nova Marabá. “É uma mudança, e no início pode causar algum problema, mas depois as pessoas vão se adequando".
A vereadora Priscila Veloso também acredita que o projeto deve ser expandido, com a organização para os outros núcleos. “É preciso pensar em organizar os outros locais e não apenas a Nova Marabá”.
Priscila solicitou que os complexos também sejam identificados em Marabá, Cidade Nova, Marabá Pioneira, Nova Marabá, São Félix e Morada Nova, para a localização de áreas. “É importante levar em consideração a opinião dos moradores dos locais e discutir com a comunidade, fazendo convencimento e a explicação do projeto”.
O presidente da Câmara, vereador Pedro Corrêa, disse que esse é um projeto e anseio da população há muito tempo, com a identificação e sinalização dos bairros e ruas. “Tínhamos como meta a efetivação da sinalização em Marabá, e o DMTU, na atual gestão, tem feito um trabalho muito bom na sinalização vertical e horizontal. Agora, segue o projeto para renomear e identificar bairros e ruas da cidade, que se faz necessário, no município. O Parlamento colocou essa questão como meta, para que colocássemos na prática esse projeto. Para que seja realizada essa mudança, deve haver muita responsabilidade, para que a população tenha maior conhecimento na identificação das ruas. É uma necessidade na cidade. O projeto foi apresentado na terça-feira, no plenário, e agora segue para as comissões afins dentro da Câmara”.
O vereador Tiago Koch foi outro que elogiou a iniciativa e prevê que será mais fácil a identificação das vias da Nova Marabá por ruas, melhorando a visualização do local. "É preciso fazer um trabalho que nomina e dê CEP às ruas da cidade”.
O vereador também pediu que o projeto chegue à zona rural do município. “Existem vilas consolidadas da zona rural e elas devem entrar, precisam de uma sinalização e identificação das ruas. Os residenciais também devem entrar nesse ponto, para ser inserido com nome e CEP dos locais”.
O secretário Ricardo Pugliese confirmou que existe o interesse do Executivo em expandir o projeto, e que inclusive, se tem cobrando uma ampliação por parte da sociedade civil organizada.
Nonato Dourado garantiu que os vereadores estão comprometidos para que o projeto seja discutido e avance, para identificação das ruas. “Como encaminhamento, deixamos uma proposta de consulta pública para se ouvir a comunidade interessada e ser debatido o projeto”, finalizou.
Além dos vereadores já citados, também participou da reunião o procurador geral do município de Marabá, Absolon Santos.