Juízes participam de diplomação de vereadores mirins da Escola do Legislativo

Magistrados Renata Guerreira e Caio Marques elogiam programa e exaltam exercício da cidadania

Na manhã desta segunda-feira, dia 8 de abril, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Marabá realizou a cerimônia de posse dos 28 vereadores mirins eleitos em sete escolas da rede municipal de ensino. Entre os participantes do evento, os juízes Renata Guerreiro Milhomem (diretora do Fórum Eleitoral de Marabá), e Caio Marco Berardo, titular da Vara de Execução Penal de Marabá, o presidente da Câmara, Pedro Corrêa Lima, e os vereadores Priscila Veloso e Nonato Dourado.

O presidente da Câmara, Pedro Corrêa, se disse emocionado com as palavras da vereadora mirim Raíssa Alves e lembrou que algumas pessoas não acreditam no projeto Câmara Mirim, mas destacou que ele tem sido levado a sério e que todas as proposições realizadas pelos vereadores mirins são encaminhadas para o Poder Executivo e fortalecidas posteriormente pelos vereadores. “Sete escolas estão com representantes neste ano e cerca de 2.000 estudantes já participaram do projeto desde que foi implantado. Esses números nos deixam bastante otimistas”.

Em sua mensagem aos estudantes, a juíza Renata Guerreiro desejou muito empenho no exercício do mandato que inicia agora e sugeriu que os que deixam o mandato continuem no exercício da cidadania nos ambientes em que vivem. “A Justiça Eleitoral acompanha o processo de escolha dos candidatos e do exercício do mandato. Somos nós, cidadão, que construímos o futuro do País. Se não o fizermos, ninguém mais o fará. Não podemos transferir essa responsabilidade para ninguém”, sustentou.

O juiz Caio Marco parabenizou a Escola do Legislativo pelo Programa Câmara Mirim, que usa como palco as escolas municipais. “Mais importante do que a Justiça é a educação. Antes da escola, temos a família como célula principal, onde estruturamos os valores de cidadania. Os jovens da geração de vocês têm uma grande responsabilidade de fortalecer os valores sociais”, disse.

Gabriela Silva, diretora da Escola do Legislativo, deu boas vindas aos estudantes presentes e aos 28 novos vereadores mirins, sustentando que o programa se fortalece a cada ano e busca contribuir com as escolas no fortalecimento do exercício da cidadania.

Raíssa Alves, representante dos vereadores mirins de 2018, agradeceu a oportunidade de participar do programa, do qual disse que extraiu grandes lições e amadurecimento. “Eu deveria estar ajudando a mãe na cozinha, mas tenho voz e quero usá-la. Por isso me candidatei à vereadora mirim e consegui exercer a cidadania neste espaço e fora dele”, observou.

A vereadora Priscila Veloso disse sempre tem dado importância ao Projeto Câmara Mirim, porque entende que ele possui uma força de atrair os adolescentes para avaliar a importância do Poder Legislativo. “Quando temos um Poder Legislativo fraco, a sociedade também fica fragilidade”, alertou.

O vereador Nonato Dourado revelou aos presentes que o programa Câmara Mirim é único no interior do Pará, onde vem sido realizado com sucesso. Ele considera que, com este projeto, a Câmara está formando fiscais da lei. “Os que estão sendo diplomados hoje saberão qual o verdadeiro papel do Executivo e do Legislativo”, disse.

No dia 29 deste mês de abril, a Escola do Legislativo vai realizar a sessão de posse de todos os diplomados, oportunidade em que será realizada a escola dos membros da Mesa Diretora, inclusive o presidente da Câmara Mirim para o ano de 2019.