Vereadores conhecem projeto para levar saneamento básico às vilas

Obedecendo a todos os protocolos que estão dispostos pelos órgãos de saúde em tempos de pandemia, os vereadores estiveram reunidos na Sala das Comissões da Câmara Municipal de Marabá nesta terça-feira, 5, para debater sobre o Saneamento Básico em Marabá e nas vilas da zona rural do município.
A reunião aconteceu logo após a sessão ordinária e contou com os vereadores Alecio Stringari, Irmão Morivaldo e Miguel Gomes Filho. Também estiveram presentes Kléber Correia Lima Filho, consultor técnico para captação de recursos e Antônio Alexandre de Oliveira Pereira, representante da Fluence, empresa multinacional do mercado de inovações tecnológicas.
A ideia do encontro foi de apresentar alternativas para financiamento e captação de recursos para investimento em infraestrutura e saneamento no município. Miguel Gomes Filho considerou que esse tipo de projeto e investimento são interessantes para Marabá. “A zona rural precisa disso e a população cobra. Queremos ver o que a empresa e o banco têm a oferecer".
Kléber Correia Lima Filho explanou sobre o projeto desenvolvido para captação de recursos para Marabá. Ele explicou que esse tipo de ação busca financiamento junto ao Banco Latino Americano de Fomento (CAF), que possuiu expertise em parcerias que visem investimentos básicos para fomentar e ajudar a fornecer uma melhor mobilidade à população, saneamento básico, meio ambiente e a parte de infraestrutura, para que se desenvolva e a população tenha melhor qualidade de vida.
O consultor ainda explicou que o banco CAF pode financiar até 100 milhões de dólares para Marabá, recurso que vem carimbado para investimento e não pode ser utilizado para outros fins.
Alexandre de Oliveira Pereira, da Fluence, empresa especializada em soluções de tratamento descentralizado de água e efluentes, falou que já trabalhou na região e tem um pouco de conhecimento sobre a questão de saneamento na área. Ele reforçou que a CAF tem um direcionamento de melhorar a qualidade de vida da população. “A fluence tem tecnologia para tratamento, até mesmo para realizar a reutilização da água”, garantiu.
Ao fim da explanação, o vereador Alecio Stringari expressou que é necessário que a água chegue com qualidade nas casas e comunidades da zona rural, bem como na sede do município, com tratamento, esgotamento sanitário, sendo essa uma demanda antiga de vilas do município.
Os vereadores sugeriram que a apresentação deve ser levada ao conhecimento do Poder Executivo, para uma melhor análise de projeto por parte do município.